Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

FECHAR
> Camapuã / Eventos

Publicado em: 07/03/2012 - 15:19:18

Camapuã: Diretoria do Asilo tomou posse nesta 4ª

Por Etevaldo Vieira

Ocorreu na manhã desta quarta-feira (7), às 9 horas, a posse da nova direitoria executiva da Sociedade de Proteção dos Idosos de Camapuã (Asilo), para o biênio 2012-2014.

O Asilo é uma das entidades filantrópicas mais tradicional de Camapuã e abriga um grande número de idosos que não tem condições de ficar com a família, seja por iniciativa própria ou mesmo por abandono dos familiares.

O interessante é que nos últimos anos, os homens vem deixando aos poucos de serem 'cabeças' nas entidades filantrópicas, que altruísticamente vem sendo exercidas por mulheres. Para se ter uma ideia, na diretoria do Asilo que toma posse hoje, não há nenhum homem, mas sim, quatorze mulheres.

A diretoria que tomou posse hoje é a seguinte:


Diretoria Executiva:


Presidenta: Jane Maria Rodrigues
Vice-presidenta: Aline Dalóssio 
1ª Tesoureira: Silvana Valcanaia Arantes
2ª Tesoureira: Vicência Vilas Boas Graeff
1ª Secretária: Marilda Aparecida Ferreira
2ª Secretária: Vanessa Ramirez
Conselho Fiscal: 
Eliana da Mata Massarotto
Ana Borile
Irlanda Áurea Ríspoli
Maria Rosália Azevedo
Florentina Lemos Vilela
Suplentes:
Juraci Martinez Barrios
Regina Aparecida de Oliveira Azambuja
Neire Aparecida Juciane Dalóssio 


O prefeito Marcelo Duailibi (DEM) esteve presente na solenidade, acompanhado de diversas autoridades e colaboradores da entidade. Ele enfatizou a importância da existência de pessoas abnegadas à causa social, visto que isso engrandece muito a comunidade camapuanense. Afirmou também que, dentro do possível, a Prefeitura tem aumentado, ano a ano, os repasses para as entidades filantrópicas.


Já o agora ex-presidente Ricieri Gnoato afirmou que desde a fundação do Asilo, em 1992, tem participado de todas as diretorias, a maior parte como presidente. Disse ainda que está deixando a diretoria mas estará sempre à disposição para contribuir com os seus novos integrantes.


A presidenta empossada Jane Maria Rodrigues afirmou que assume com a esperança de fazer um bom trabalho, com o apoio dos demais membros da diretoria, das autoridades, associados e colaboradores. Sabe que o desafio é grande, mas vai buscar meios de dar o melhor para os idosos que utilizam o internato, e que, de imediato, vai buscar a ampliação do quadro social, para garantir uma receita fixa mensal, bem como realizar promoções para angariar recursos.


Solidariedade  e fraternidade


É de se destacar ainda que o Asilo, assim como diversas entidades de Camapuã, como APAE, Creche Menino Jesus, Alcoólicos Anônimos, Casa do Migrande, Casa da Sopa, Hospital e outras, tem sido motivo de alento e solidariedade para dezenas e até centenas de famílias camapuanenses.


Essas entidades são administradas por diretorias voluntárias, que dedicam tempo e às vezes até recursos próprios, para manter as entidades em condições apropriadas. Em Camapuã, há muitos anos, a Prefeitura colabora com essas entidades. 


Eles angariam também doações expontâneas de cidadãos e do comércio local, bem como doações determinadas em transações judiciais e do Ministério Público. Às vezes recebem trabalhos pessoais de delituosos que fazem transações judiciais, o que também colabora para o funcionamento.


A população, de um modo geral, pouco sabe e até pouco entendem o porquê de cidadãos se dedicarem de corpo e alma em benefício de ajuda a pessoas indefesas. Isso é características de personalidade, de amor ao próximo e de gratidão a Deus pelas forças recebidas, pois, em um mundo mercenários, atraído pela corrupção, egoísmo, falta de solidariedade da maioria, principalmente daqueles que são os representantes  do povo, é de se destacar o empenho inestimável de cada pessoa que realmente trabalha em prol das entidades.


No entanto, não é pela diretoria eleita e empossada que se conhece quem dedica às entidades filantrópicas, mas sim, pela efetividade do trabalho e da marcante presença junto aos beneficiados e junto à entidade.


O trabalho solidário necessita de recursos financeiros para sair a contento dos beneficiados e no interesse dos cidadãos dedicados. Mas, o mais gratificante para uma pessoa voluntária, não é a doação financeira, mas sim a presença pessoal, a fraternal ajuda física, a demonstração de amor, civismo, solidariedade  e fraternidade.


Muitos, e em Camapuã não é diferente, gostam somente de aparecer nas diretorias das entidades, de "sair na foto" e ter o nome divulgado na imprensa, mas jamais fazem o mais essencial: a presença pessoal, com amor e dedicação.


Muitos políticos ou aspirantes a político, se esnobam e engrandecem seu próprio nome o órgão que trabalha ou direciona, somente em razão de contribuições públicas que determinam ou conseguem para as entidades, entretanto, se esquecem que essas ações não são mais que suas obrigações como representantes legais e formais da população, e, embora muitos não compreendam e não demonstram assim, que eles tem o dever de zelar e contribuir para o desenvolvimento social da cidade e para  o bem estar da população, mormente daqueles  desventurados da sorte e que vivem em estado de vulnerabilidade. 


Ainda é bom ressaltar que em Camapuã, centenas de voluntários doa não só dinheiro ou bens materiais, mas também tempo, amor, carinho e dedicação fraternal. Essas atividades não tem preço financeiro, mas sim, a consciência do dever de ser humano cumprido e a certeza de que estão fazendo suas partes.


O voluntário de entidades filantrópicas, aquele que marca presença e distribui amor, pelo que se nota, não está em busca de sucesso, reconhecimento social ou financeiro e tampouco de voto para ser político, está sim, em busca da paz e amor, própria e de outrem. 


Fotos: Etevaldo Vieira/Jornal Princesa do Vale (1ª - Presidenta Jane Maria; 2ª-= Autoridades; 3ª- Funcionários do Asilo; 4ª - Presidenta Jane Maria e ex-presidente Ricieri Gnoato; 5ª- Mulheres presentes; 6ª- Mulheres da diretoria;  7ª- Prefeito Marcelo Duailibi e ex-presidente Ricieri Gnoato)




             

Camapuã News

Opiniões

0 Comentários para "Camapuã: Diretoria do Asilo tomou posse nesta 4ª"

Deixe sua opinião

AVISO: As opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do “site” camapuanews. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, ficando seus autores, após identificado o IP, responsáveis civil e penalmente por seus conteúdos.
Nome
E-mail (Não divulgado)
Mensagem
     
+Leia mais notícias

  Transexual que já fez cirurgia quer voltar a ser homem

  Resumo das novelas brasileiras

  Menina sequestrada há 12 anos nos EUA é encontrada

+Notícias mais lidas da semana

Adolescente de Camapuã se afoga no Rio Coxim
Bombeiros fazem buscas para encontrar o corpo.
'Bom mesmo é Camapuã', diz Puccinelli ao receber título
Ele, Júnior Mochi e outros deputados e personalidades receberam títulos daCâmara
Funcionário público é assassinado em MS
Polícia suspeita de latrocínio.
Padrasto espanca e mata enteado de 2 anos em Rio Verde
Há suspeita de estupro com outra criança.
Publicidade


2009 © Todos os direitos reservados ao Camapuã News. Este material pode
ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído, desde que citada a fonte.
Marknet®